COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA

 

 

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E FUNCIONAMENTO

1 Estrutura Organizacional

De maneira geral a estrutura organizacional da Comissão Própria de Avaliação CPA representada em forma de organograma tem a seguinte configuração.

Organograma (*)

 

 

(*)

SINAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior

MEC Ministério da Educação e Cultura

Inep Instituto Nacional d Estudos e Pesquisas Educacionais

CONAES Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior

CESUPA Centro Universitário do Pará

CPA Comissão Própria de Avaliação

GSA - Grupo Setorial de Avaliação

GAT - Grupo de Apoio Técnico

 

2 Composição da Comissão Própria de Avaliação - CPA

A institucionalização da Comissão Própria de Avaliação CPA t eve como referência os princípios norteadores e a missão do CESUPA consignados no Estatuto e no Regimento Geral e ocorreu na forma do disposto no artigo 11 da LEI Nº 10.861, de 14 de abril de 2004, no artigo7º, parágrafos 1º e 2º, diretrizes I e II MEC, da PORTARIA Nº 2.051, de 9 de julho de 2004 MEC. A designação dos membros consta da Portaria CESUPA n. º 040/2004, de 14 de junho de 2004, que define a CPA como a unidade que tem a responsabilidade de coordenar a execução do processo de avaliação institucional do Centro Universitário do Estado do Pará - CESUPA.

Os membros para compor a Comissão Própria de Avaliação CPA foram indicados formalmente pelos segmentos representativos da comunidade acadêmica e sociedade civil organizada aos quais estão vinculados institucionalmente.

Gestão 2004-2006

•  Alcyr Moraes de Sousa, indicado pela Sociedade dos Usuários de Informática e Telecomunicações Regional do Pará SUCESU/Pará, para mandato de 1 (um) ano, representante da sociedade civil.

•  Elaine Gleyce Mira de Figueiredo, representante discente da Área de Ciências Exatas e Tecnologia, para mandato de 1 (um) ano;

•  Jair Galdino Cabral Costa, representante da área de gestão acadêmica, para mandato de 2 (dois)anos;

•  Klelysson Augusto Sousa Costa, representante discente da Área de Ciências Sociais Aplicadas, para mandato de 1 (um) ano;

•  Bruno Costa Macedo, representante discente da Área de Ciências Biológicas e da Saúde, para mandato de 1 (um) ano.

•  Maria de Nazaré Costa Santos Alencar, representante dos docentes da Área de Ciências Biológicas e da Saúde, para mandato de 2(dois) anos;

•  Silvia Mendes Pessoa, representante da área pedagógica, para mandato de 2 (dois)anos;

•  Alexandre Augusto Haick Fernandes, representante dos docentes da Área de Ciências Sociais Aplicadas, para mandato de 2(dois) anos;

•  Nazaré do Socorro Louro Nogueira, representante do segmento técnico-administrativo, para mandato de 2(dois) anos;

•  Andracir Oliveira da Silva, representante dos docentes da Área de Ciências Exatas e Tecnologia, para mandato de 2(dois) anos;

•  Rute Maria Castro da Costa, indicada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas SEBRAE/Pará, para mandato de 1 (um) ano, r epresentante da sociedade civil.

Gestão 2006-2008

• Ingrid Nery Mendes representante discente da Área de Ciências Exatas e Tecnologia.

• Paulo André Costa Cardoso representante discente da Área de Ciências Sociais Aplicadas

• Ezequiel Ribeiro representante discente da Área de Ciências Biológicas e da Saúde.

• Ana Claudia Boadana da Paixão representante dos docentes da Área de Ciências Biológicas e da Saúde;

• Elen Suely Cunha Lopes representante dos docentes da Área de Ciências Sociais Aplicadas;

• Marcos Douglas da Silva Gomes representante dos docentes da Área de Ciências Exatas e Tecnologia;

• Ellen Christiane da Silvia representante do segmento técnico administrativo;

• Elza Ezilda Valente Dantas representante da área pedagógica

• Silvia Mendes Pessoa representante da área pedagógica;

• Alcyr Moraes de Sousa, indicado pela Sociedade dos Usuários de Informática e Telecomunicação Regional do Pará – SUCESU/Pará.

• Rute Maria Castro da Costa, indicada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE/Pará.

3 - Funcionamento da CPA e dos Grupos de Avaliação

Com a finalidade de alcançar os resultados previstos no plano de ação da avaliação institucional do CESUPA, a Comissão Própria de Avaliação - CPA coordenará as ações desenvolvidas pelos Grupos Setoriais de Avaliação GSA e Grupo de Apoio Técnico GAT orientando por meio de informações e deliberando sobre as propostas a serem encaminhadas ao CESUPA e a CONAES/Inep/MEC, observando os prazos determinados.

Neste sentido tanto os processos internos como os processos externos devem ser definidos em cronogramas específicos, informando as atividades desenvolvidas nos grupos e as reuniões deliberativas dos mesmos. Os cronogramas poderão ser flexibilizados de acordo com os prazos e demandas decorrentes da execução do processo avaliativo.

3.1 - Procedimentos Gerais

A CPA participará ativamente do processo de avaliação em conjunto com os grupos setoriais e grupo de apoio técnico mediando as ações vinculadas a CONAES/Inep/MEC por meio dos seguintes procedimentos gerais:

•  A CPA se reunirá de forma colegiada, no mínimo, duas vezes ao mês (na 2ª e 4ª semanas) com o objetivo de deliberar sobre as propostas encaminhadas pelos grupos setoriais de avaliação, ficando a seu critério o cronograma de atividades internas;

•  Os grupos setoriais desenvolverão suas atividades de forma autônoma, observando a necessária articulação relativa às ações interdisciplinares e temas transversais agindo no contexto de intergrupos e intragrupo, contando sempre com o Grupo de Apoio Técnico;

•  Cada grupo setorial se reunirá de forma colegiada, no mínimo, duas vezes ao mês na 1ª e 3ª semanas, ficando a seu critério o cronograma de atividades internas. Suas propostas serão encaminhadas em forma de projeto, programa ou relatório para deliberações da CPA;

•  A qualquer tempo, as coordenações dos Grupos Setoriais de Avaliação, por necessidade de trabalho a ser executado, poderão incluir como membro do grupo, de forma eventual ou permanente, o pessoal vinculado ao Grupo de Apoio Técnico GAT composto pela Coordenação de Graduação - COGRAD e pelo Centro de Processamento de Dados CPD;

•  A CPA por meio de seus membros apoiarão os grupos setoriais de avaliação nas demandas relativas à legislação, programas de capacitação, prazos, documentação, dados e informações, contatos interinstitucionais e outras, que possam contribuir para o desempenho conjunto de todos no processo de Avaliação Institucional do CESUPA.

3.2 Procedimentos Específicos

O Grupo Setorial de Avaliação GSA será o segmento ativo na execução do processo avaliativo, em suas respectivas áreas de atuação, por meio dos seguintes procedimentos específicos:

•  Debater a Proposta de Avaliação Interna do CESUPA encaminhando a CPA os resultados das deliberações dos respectivos grupos;

•  Solicitar a colaboração dos membros do Grupo de Apoio Técnico GAT;

•  O Grupo de Apoio Técnico GAT terá uma agenda de reunião permanente, independente de solicitação do Grupo Setorial de Avaliação - GSA visando elaborar e propor ações integradoras ao sistema de avaliação do CESUPA;

•  O GAT contará inicialmente, em sua estrutura com a participação dos profissionais da área de pedagogia, psicologia, extensão e pesquisa;

•  Na elaboração do plano de ação de cada GSA, a base será às atividades e os prazos constantes no Cronograma Geral constante da Proposta de Avaliação Interna encaminhada a CONAES/Inep, e deverá incluir o cronograma de atividades e a agenda de reuniões de cada GSA;

•  O plano de ação de cada GSA deverá ser encaminhado a Comissão Própria de Avaliação CPA até o dia aprazado no cronograma da CPA de forma a dar andamento ao processo avaliativo previsto no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES.

4 Estrutura Normativa que orienta o funcionamento da CPA

O funcionamento da CPA se efetiva, basicamente, a partir das orientações previstas nos documentos normativos abaixo descritos e naqueles vinculados aos mesmos em suas diversas formas e hierarquia.

•  Estatuto e Regulamento Geral do CESUPA;

•  Lei Nº 10.861/2004, de 10 de abril de 2004; Portaria Nº 2.051, de 9 de julho de 2004; Portaria Ministerial Nº 3.643, de 9 de novembro de 2004; Portaria Nº 31 de 17 de fevereiro de 2005 e Resolução Nº 1 de 4 de maio de 2005;

•  Portaria CESUPA Nº 040/2004 de 14 de junho de 2004

•  Regulamento Interno da CPA.

5 Estrutura Técnica e de Gestão que orienta as atividades da CPA

A estrutura técnica e de gestão que orientam as ações da CPA em relação às atividades do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES estão contidas na Proposta de Auto-Avaliação encaminhada a Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior CONAES, e no organograma que faz parte deste documento.


6 - Recursos e Infraestrutura

A Comissão própria de Avaliação CPA funciona na Unidade 9 de Janeiro nº 999 Sala 2, endereço eletrônico: cpa@cesupa.br com telefone 91-246-7603, e desde a sua implantação conta com o apoio irrestrito dos gestores superiores do Centro Universitário do Pará CESUPA, fato que pode ser constado por meio dos recursos humanos e materiais disponibilizados para o imediato funcionamento da comissão, conforme descrito abaixo:

Recursos materiais

Qtd

Observação

Sala de Trabalho

01

20 m2

Computador com ponto de Internet

01

-

Impressora

01

-

Mesa para reunião

01

-

Cadeiras

12

-

Mesa de Trabalho

02

-

Cadeiras

02

-

Arquivo

01

-

Armário

01

-

Recursos humanos

Professor

01

Coordenação

Secretaria de apoio

01

Bolsista

01

Sistemas de informação

 

Recursos logísticos: Passes para acesso ao estacionamento dos membros da CPA;

Recursos financeiros: Fundo financeiro para atender pequenas despesas emergenciais

 

 

Voltar