Siga          
Início » Notícias
Notícias

 

Crianças do Aurá recebem ações de saúde no LAC



Crianças realizaram coleta de sangue durante a manhã

Trinta e nove crianças da Unidade Pedagógica do Santana do Aurá, acompanhadas pelos pais e responsáveis, tiveram uma manhã dedicada à saúde. Elas receberam orientação sobre higiene pessoal e bucal e fizeram coleta de sangue no Laboratório de Análises Clínicas (LAC) do Centro Universitário do Estado do Pará (Cesupa), por meio do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo Jr. (Niej), parceiro do projeto desenvolvido pelo Comitê de Ação Social e Cidadania do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), que tem à frente o desembargador vice-presidente do TJPA, Leonardo de Noronha Tavares.

No início da manhã, os alunos foram recebidos pelos professores e estudantes universitários do Curso de Farmácia para uma conversa sobre higiene pessoal e bucal e uso e armazenamento correto de medicamentos. Pais e responsáveis foram orientados para o tratamento adequado de água potável e receberam um frasco com hipoclorito de sódio para utilização no tratamento, além de receberem cartilhas a higiene das mãos.

Em seguida, as crianças foram separadas em grupos de cinco integrantes e levadas para a sala de coleta de sangue. Antes, passavam pela pesagem e medição corporal e da circunferência abdominal. A dona de casa Dalva da Silva acompanhou a filha Mikaela Vitória da Silva, de 4 anos. A mãe contou que aprendeu as formas corretas de lavar as mãos. “Também aprendi sobre o uso correto dos remédios. Agora, ela (Mikaela) vai fazer os exames. A última vez que ela fez foi com um ano de idade”, disse. O estudante Messias Castro, de 10 anos, disse que o mais importante que aprendeu foi lavar as mãos. “se a gente não lavar a mão, vai dar bactérias”.

A coordenadora do Lac, professora Ana Maria Almeida, explicou que na sala de coleta foi recolhido sangue para o hemograma e material que será guardado para análise de glicose e colesterol. “A gente sabe da dificuldade de trazer esses alunos. Um exemplo de doença que pode ser encontrada é a parasitose e a criança pode desenvolver um estado de anêmico. Além disso, as crianças levaram os frascos de coleta de fezes para fazer a coleta em casa”, detalhou a professora.

As ações realizadas na Unidade Pedagógica Santana do Aurá integram o projeto desenvolvido pelo Comitê de Ação Social e Cidadania do TJPA e contam com auxílio do Niej do Cesupa, que congrega os projetos Crer e Ser e Esse Rio é Minha Rua, que atuam de forma multidisciplinar com crianças e ribeirinhos, respectivamente. Coordenadora do Niej, Fransuzi Oliveira disse que o objetivo é verificar as necessidades em saúde e fazer a interferência de tratamento individual. “No dia 1º de abril, fomos até a escola, fizemos uma triagem com essas 50 crianças e identificamos quais eram os principais exames que eles precisavam fazer”, afirmou.

Ao final da coleta de sangue, os alunos lancharam e retornaram à Unidade Pedagógica.

Texto: Will Montenegro / Coordenadoria de Imprensa do TJPA
Foto: Ana Lu Rocha
06 de junho de 2017





 
  X Fechar
  Seu Nome  
  Seu Email  
  Envia Para  
Comentário