Siga          
Início » Notícias
Notícias

 

Estudantes do curso de Administração participam de júri simulado



Perto de encerrar as atividades do primeiro semestre de 2017, estudantes do curso de Administração do Cesupa realizaram na ultima sexta-feira (9), um júri simulado, no auditório da Unidade José Malcher. Na atividade, os calouros abordaram um caso em que o empresário brasileiro Eike Batista havia, supostamente, repassado informações sigilosas a acionistas da empresa OGX através de mensagens publicadas no micro blog Twitter. 

A atividade foi proposta pelo professor da disciplina de Filosofia, Leandro de Paula com o objetivo de proporcionar um envolvimento maior com questões da atuação ética na Administração. “Utilizando essa metodologia, a proposta é que os alunos tenham uma noção básica de como atuarem nesses casos”, explica o professor. 

Durante todo o júri cada um dos personagens levantou seus posicionamentos a respeito das postagens feitas por Eike Batista no dia 29 de maio de 2013, em que o empresário interagiu com acionistas da OGX enquanto um pregão vendia 19 milhões de ações da OGX Petróleo e Gás na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Para muitos, o empresário violou a Lei das Sociedades Anônimas e essa foi a questão discutida. 
O clima de audiência era notório entre os alunos que se comportaram como se estivessem em uma situação real, com promotores afiados e embasados de provas para comprovar a culpa do réu, advogados de defesas com muitos argumentos, relatores, testemunhas e um júri bem atento aos posicionamentos. Todos os papéis foram vividos pelos próprios alunos.

“Achei bastante diferente quando soube que faríamos um júri, algo que é não é comum do nosso curso. Foi tudo ótimo, já que estamos aqui em busca de conhecimentos e isso ajuda muito para a nossa formação como administradores” disse o estudante Murilo Mitre.

A vivência de uma atividade que não é diretamente ligada ao curso é vista como estímulo por Leandro de Paula. “Eles tiveram que pesquisar, levantar dados sobre a empresa e entender o Código de Ética do Administrador. Tudo isso foi bem interessante, até mesmo para proporcionar um ambiente fora da sala de aula, algo que os motivou bastante e permitiu uma participação produtiva e entusiasmada”, avaliou o professor.

Texto: Thiago Barros com supervisão de Lali Mareco / Foto: Thiago Barros
12 de maio de 2017





 
  X Fechar
  Seu Nome  
  Seu Email  
  Envia Para  
Comentário