Siga          
Início » Notícias
Notícias

 

FEU apresenta resultado de empresas criadas por alunos de Administração



Estudantes comercializaram diversos produtos na Feira de Empreendedorismo Universitário.

Investir em um negócio próprio exige muito mais do que uma ideia na cabeça. É pensando em preparar os estudantes para os desafios que cercam esse universo que o curso de Administração realiza, todo semestre, a Feira de Empreendedorismo Universitário (FEU). Em sua 3ª edição a FEU envolveu 37 estudantes do 6º período do curso que nessa segunda-feira (25), apresentaram o resultado de seus planejamentos colocando à venda diferentes produtos no Hall da Unidade José Malcher. 

Para que pudessem concretizar suas participações na FEU, os estudantes precisaram criar empresas do zero, atendendo todos os requisitos estabelecidos na legislação para, então, mostrarem seus conhecimentos na área do varejo. O processo também incluiu definição de nome da marca, logotipo, design de embalagens e até movimentação de livro caixa. “Nossa intenção com a FEU é aplicar na prática o conteúdo visto em sala durante todo o bimestre, fazendo com que o aluno entenda como empreender de forma inteligente e estratégica”, explica professora da disciplina Práticas Administrativas e Empreendedorismo, Tatiana Cohen. 

A criatividade e as estratégias de vendas foram marcas registradas durante FEU, que contou com a comercialização de produtos de sete empresas. Endorfina - produção de donuts, Biscoitaria Uni, Master Burger, Luck & Love Cookies, Doce Marinheiro – produção de chopps gourmet, Sir Dog e Frida Krehpe foram as comandantes das delícias nesta edição da feira. Além do sabor, para conquistar o público valeu também muita música, animação e simpatia. 

Representante da empresa Endorfina, o estudante Antônio Carlos Filho explica que a estratégia adotada foi envolver o público consumidor no conceito da marca.  “Queremos ser mais do que uma empresa de doces, queremos proporcionar uma experiência única para que os clientes tenham o prazer de saborear os nossos produtos”, disse o aluno. 

Já Amanda Rendeiro, que participou da FEU com a “Biscoitaria Uni”, conta que os planos não terminam com o encerramento da Feira. “Depois dessa experiência nós queremos dar continuidade ao nosso empreendimento, oferecendo os biscoitos para um público maior através de uma loja virtual no Instragram”, conta. 

“Esse é momento certo para o aluno se testar. Em atividades como a FEU é permitido que ele cometa erros, aprenda com isso e, assim, se torne um profissional qualificado e pronto para o mercado”, observa Tatiana Cohen. 


Texto: Thiago Barros com supervisão de Lali Mareco / Foto: Thiago Barros
26 de setembro de 2017





 
  X Fechar
  Seu Nome  
  Seu Email  
  Envia Para  
Comentário