Siga          
Início » Notícias
Notícias

 

“Direito e Justiça”, obra que aborda a análise de eficiência pelo CNJ é lançada no Cesupa



Karla Azevedo Cebolão e Ana Elizabeth Neirão Reymão, autoras do livro, durante noite de autógrafos

Na noite desta quarta-feira (06), a professora doutora do Programa de Pós-Graduação em Direito do Cesupa (PPGD-Cesupa), Ana Elizabeth Neirão Reymão e a mestre em Direito, Karla Azevedo Cebolão lançaram o livro “Direito e Justiça: O CNJ e a Avaliação da Eficiência pelo Método DEA”. Convidados, alunos e professores do Cesupa prestigiaram a noite de lançamento, que ocorreu no auditório da Unidade Alcindo Cacela II. 

Nascido por intermédio das discussões ocorridas no ambiente da disciplina "Teoria de Políticas Públicas", o livro é resultado de um convite feito pela professora Elizabeth Reymão à Karla Cebolão, que na época ainda era sua orientanda no PPGD-Cesupa. “Eu propus esse desafio de juntas descobrirmos o que era a metodologia DEA. Nunca havia estudado de fato o assunto e foi a Karla que me deu essa oportunidade”, explicou a professora Elizabeth Reymão. 

O método de Análise por Envoltória de Dados (DEA), tradução originária do Inglês Data Envelopment Analysis, é uma ferramenta matemática para a medida de eficiência de unidades produtivas que tem origem em uma técnica de programação. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) utiliza este método para transformar dados gerados pelos Tribunais de Justiça Estaduais em informações sintéticas que possam ser analisadas e, assim, medir o desempenho e a eficiência da Justiça em todo o Brasil. 

“Esperamos que esse livro ajude, como nos ajudou muito, a entender como funciona o sistema de meta da Justiça e como é a gestão da Justiça brasileira. Tornar claro o modo como a Justiça brasileira está sendo avaliada é a principal proposta do livro”, conta a economista Elizabeth Reymão. A expectativa de Karla Cebolão é que a partir desta obra, surjam novos projetos acerca do tema. 

O livro tem distribuição e edição da Editor Lumen Juris, que promove e incentiva o desenvolvimento de assuntos jurídicos.

07 de junho 2018





 
  X Fechar
  Seu Nome  
  Seu Email  
  Envia Para  
Comentário