Notícias

Startup de egressos do Cesupa é a primeira da Região Norte no Programa Startup Zone 2019



Allan Contente, Júlio Almeida e Fábio Zamora são os fundadores da Hyppe. Foto: Arquivo pessoal.

Viver três meses mergulhados em uma experiência de total aprendizado e troca de conhecimentos. Foi com a notícia de uma oportunidade como essa que três egressos do Cesupa começaram o ano. O projeto, já em andamento, da startup Hyppe fez com que os administradores Allan Contente e Júlio Almeida, ao lado do cientista da computação Fábio Zamora fossem selecionados pela Google for Startups no Programa Startup Zone 2019.

O caminho para chegar até São Paulo, cidade onde o programa é realizado, foi longo e durou muito mais do que as três horas de um voo sem escalas saindo de Belém. Quando ainda estava na graduação, o trio já vivia experiências em outras iniciativas, entre elas a hamburgueria OitoMeiaZero e o aplicativo de facilitação de compras, Chega Aqui. Os negócios viveram o tempo necessário para que eles adquirissem maturidade de seguir em frente e alcançar novos ares, com outras ideias. 

Desse aprendizado surgiu a Hyppe que, em forma de aplicativo, facilita a gestão financeira de assinaturas e controle de informações de clientes do mercado de personal trainers, que é o foco inicial da empresa. É com essa startup que os sócios foram um dos 16 times selecionados a participar do Programa Startup Zone 2019. Além de escrever mais um capítulo na história da empresa, o trio de empreendedores também deixa sua marca nos registros do programa, já que eles formam a primeira startup da Região Norte selecionada até o momento. 

Bagagem – As vivências durante o ensino superior também contribuíram na trajetória dos estudantes, que já demostravam o interesse de empreender. Membro do Núcleo Inovação e Empreendedorismo Júnior do Cesupa (Niej/Cesupa) durante todo o curso de Administração, Júlio teve a oportunidade de participar por duas vezes do projeto Sócrates Negócios. Foi em uma das edições realizadas nos Estados Unidos que ele conheceu o modelo de startup adotado pela Fundação Kauffman e, a partir de então, decidiu se dedicar cada vez mais nesse caminho.

Allan também participou de projetos do Niej, incluindo o Sócrates, enquanto Fábio integrava o time de estudantes da Fábrica de Software, espaço voltado para o desenvolvimento de pesquisas e serviços na área da computação. Vivenciando oportunidades que os fizeram perceber que os caminhos no empreendedorismo eram possíveis, os três seguem juntos há cerca de dois anos e agora experimentam o momento de imersão e troca com os profissionais do Google for Startups e de outros times. 

“Saímos de Belém onde não há um cenário próspero para colaboração entre empresas para passar três meses em um dos melhores prédios do Brasil nesse aspecto. Trazemos o DNA da nossa cultura para São Paulo e esperamos gerar muito mais oportunidades para as pessoas da nossa região”, diz Júlio. 

A participação no Programa Startup Zone 2019 conta com mentorias e talks com integrantes do Google for Startups e de startups que já passaram pelo programa. O objetivo dos sócios é que, com toda essa carga de conhecimento, eles possam validar o modelo de negócios da Hyppe no mercado de São Paulo para, então, expandir as atividades alcançando profissionais de diferentes áreas da saúde. 

Texto: Lali Mareco | Foto: Arquivo pessoal
23 de abril de 2019