Notícias

Internato de Pediatria atende paciente nº 1.000 no Preventório Sta Terezinha



Paciente número mil em Pediatria no Preventório posa ao lado de estudantes e professora do curso de Medicina do Cesupa.

Há quase três anos uma parceria entre Cesupa e Preventório Santa Terezinha tem proporcionado uma série de transformações na vida de crianças e seus familiares. E é por meio do Centro Avançado de Empreendedorismo Social que essas mudanças acontecem.  Com a realização de consultas na área de Pediatria que, neste mês, essa parceria atingiu o número de mil pacientes atendidos. 

Quem fez parte do número histórico foi a pequena Katelen Moreira, de 6 anos. Ao descobrirem que a filha sofria da síndrome de epilepsia, os pais de Katelen buscaram o tratamento adequado. Foi assim que a família deixou a cidade de Santa Izabel e se mudou para Belém onde, por intermédio do serviço de assistência social do Cesupa, conheceu o Preventório Santa Terezinha. Já como paciente do Preventório, Katelen é acompanhada pelo serviço do internato de Pediatria, que é coordenado pela professora Marisa Eiró.

“Além dos internatos em Pediatria e Ginecologia que envolvem os alunos da graduação, a Residência Média em Pediatria do Cesupa também está presente nos atendimentos realizados no Preventório. Sempre que necessário, os pacientes são encaminhados para atendimentos especializados realizados no Centro de Especialidades Médicas do Cesupa (Cemec)”, explica a professora. 

Atualmente 120 crianças de 0 a 14 anos estão cadastradas e recebendo algum tipo de atendimento de saúde no Preventório Santa Terezinha. Segundo o assistente social do Preventório, Alexandre Serrão a participação do Cesupa nas atividades possibilita que cada vez mais pessoas consigam ter acesso aos serviços de saúde. “O Cesupa é um dos nossos principais parceiros. É um elo que fomentamos ao longo dos anos, abrangendo várias comunidades e com diversos tipos de atendimentos. Graças também ao Cesupa, já estamos conseguindo nos tornar referência em Belém”, conta Alexandre.

Diferentes cursos realizam atividades e atendimentos no Centro Avançado de Empreendedorismo Social. Além dos cursos da Área da Saúde, ações envolvendo alunos de Ciência da Computação, Engenharia de Computação, Direito e até mesmo de cursos de pós-graduação beneficiaram as crianças e famílias atendidas pelo Preventório Santa Terezinha. 

Texto: Brenda Menezes com supervisão de Lali Mareco | Foto: Arquivo pessoal
07 de maio de 2019