Notícias

Coordenadora do curso de Engenharia Civil 4.0 fala sobre inovação durante a FIPA



Andreia Conduru falou sobre a cadeia da construção civil e a indústria 4.0.

A coordenadora dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil 4.0 do Cesupa, Andreia Conduru conduziu no último sábado (18) uma palestra sobre a cadeia da construção civil e a indústria 4.0 na XIV edição da Feira da Indústria do Pará (FIPA), realizada no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.  A apresentação de Andreia fez parte da programação organizada pelo Sebrae Pará aos visitantes da FIPA e teve como objetivo apresentar novas oportunidades para micro e pequenas empresas da construção civil. 

Em pouco mais de uma hora de conversa, Andreia Conduru repassou os momentos de transformação que levaram a indústria até o ponto atual, momento denominado 4.0. Para chamar a atenção do público sobre a necessidade de transformação, a professora apresentou uma série de tecnologias que auxiliam, além de minimizar esforços e custos na indústria da construção civil. Em um dos exemplos, ela citou a utilização de softwares BIM (Building Information Modeling) capazes de auxiliar no planejamento, construção e gerenciamento da obra tornando o processo mais assertivo.

Para além do gerenciamento compartilhado através de softwares, a professora também apresentou exemplos em que sensores, drones e impressões 4D são capazes de auxiliar o cotidiano na construção civil. “A indústria da construção civil ainda é muito rudimentar. Falar de indústria 4.0 ainda é um choque para todo mundo e o segmento precisa disso para melhorar a sua competitividade. Se eu não trouxer a indústria 4.0 para dentro da empresa, eu não consigo melhorar a competitividade”, alertou Andreia. 

O convite para a apresentação na FIPA surgiu a partir de uma aproximação dos cursos do Cesupa e do Sindicato da Indústria da Construção do Estado do Pará (Sinduscon-PA). Juntos, Sinduscon e Sebrae desenvolvem um projeto com foco na competitividade em pequenas empresas de construção civil no Estado. 
“Quando falamos de indústria 4.0, falamos de inovação, de oportunidades de negócio, de avanços de tecnologia. Inovação é uma necessidade da indústria 4.0. No final de tudo isso o que interessa é nós gerarmos resultado real para o empreendedor e isso é o que buscamos aqui”, explicou o diretor-superintendente do Sebrae-PA, Rubens Magno. 

Texto e foto: Lali Mareco
20 de maio de 2019