Notícias

Cesupa sedia pela primeira vez o Congresso Nacional do CONPEDI



Presidente do CONPEDI, Orides Mezzaroba fala durante cerimônia de abertura.

Belém recebe desde esta quarta-feira (13), o XXVIII Congresso Nacional do CONPEDI. Esta é a primeira vez que o encontro do Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito (CONPEDI) ocorre na cidade, sendo sediado pelo Cesupa. Em uma extensa programação, o evento propõe a discussão do tema “Direito, desenvolvimento e políticas públicas: Amazônia do século XXI”, com a participação de pesquisadores de diferentes cidades do Brasil, além de convidados de países como Uruguai, Argentina e Portugal. O XXVII CONPEDI ocorre até o dia 15, na Unidade Alcindo Cacela II, casa do curso de Direito do Cesupa.

Revelando a amplitude do encontro, a abertura do congresso reuniu na noite de quarta-feira mais de mil pessoas na sede campestre da Assembleia Paraense. Compuseram a mesa de abertura o presidente do CONPEDI, Orides Mezzaroba; o reitor do Cesupa, Sérgio Mendes; a diretora executiva do CONPEDI, Smyra Haydêe Naspolini; o vice-reitor e pró-reitor de Pós-graduação, Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico do Cesupa, João Paulo Mendes Filho; o coordenador do Mestrado em Direito do Cesupa, Jean Carlos Dias; o desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, Ricardo Ferreira Nunes; o Procurador da República e representante do Ministério Público Federal, Allan Mansur; o secretário-geral da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Pará, Eduardo Imbiriba; o procurador geral do município de Belém, Daniel da Silveira, o presidente da Federação Nacional dos Pós-Graduandos em Direito, Yuri Lannes e o reitor da Universidade Federal do Pará, Emmanuel Tourinho.

Além do elevado número de participantes, o congresso também registrou um alto número de trabalhos submetidos e aprovados. 800 pôsteres, contemplando 42 linhas de pesquisa serão apresentados durante os dias 14 e 15 de novembro. “Tivemos um número excepcional de pôsteres. Só o Pará conta com mais de 500 pôsteres de graduação e isso faz com que o CONPEDI, a partir deste evento, seja mais diferente. Neste ano de 2019, comemoramos 30 anos de criação da nossa associação do CONPEDI. Este evento, portanto, é um evento para nós profundamente festivo e marcante o qual o Cesupa nos recebe de braços abertos”, revelou o presidente do CONPEDI, Orides Mezzaroba.

“Esse é um momento de celebração, pois o nosso programa de mestrado está tendo a oportunidade de se mostrar para a comunidade acadêmica nacional a despeito de termos uma participação ativa no CONPEDI, com envio de artigos, pôsteres e delegações recorrentemente significativas. Durante esses dois dias nós vamos celebrar uma temática que está presente em nosso programa, que é em Direito, Desenvolvimento e Políticas Públicas, com duas linhas de pesquisa que também revelam essa preocupação de estar na Amazônia e de produzir conhecimento na Amazônia, mas olhando para o mundo”, disse o professor Jean Carlos Dias.

O reitor do Cesupa ressaltou a importância de receber o CONPEDI na cidade. “A realização deste evento pela primeira vez em Belém e no Cesupa é um enorme presente para nós. O Cesupa orgulhosamente poderá dizer que estabeleceu um vínculo definitivo com essa sociedade científica do Direito no Brasil. Há 30 anos o Cesupa vem lutando pela preservação das histórias locais, que não podem morrer em um país com tamanha diversidade, pois esse é o nosso melhor patrimônio”, falou Sérgio Mendes durante a abertura. O momento também contou com a entrega de uma placa de homenagem ao presidente do CONPEDI, pela relevância do conselho no cenário da pesquisa em Direito. 

Durante a cerimônia de abertura, o CONPEDI homenageou, em forma de agradecimento e reconhecimento pelos serviços prestados à pesquisa e pós-graduação em Direito, o professor Dr. Antônio José Avelãs Nunes, que na noite desta quinta-feira realiza a Conferência internacional: a globalização - perigos e desafios, como parte da programação do evento. Avelãs Nunes ainda irá realizar o lançamento dos livros “Economia e Direito. Direito e Economia” e “Os Caminhos da Social-Democracia Europeia”. 

Texto e foto: Lali Mareco
14 de novembro de 2019