Notícias

Cesupa inicia programa de meditação guiada para estudantes



Proporcionar bem-estar. Esse é um dos principais objetivos do programa iniciado pelo Cesupa neste mês junto aos alunos. Organizado pela Coordenação de Graduação (COGRAD), o “Medita Cesupa” oferece a oportunidade de os estudantes participarem de sessões guiadas de forma voluntária e gratuita. Inicialmente, cinco sessões estão programadas para ocorrer entre os meses de abril e maio, com a instrução do professor Paulo Klautau Filho. 

A prática da meditação junto aos alunos já estava planejada desde o início do ano. Com os desdobramentos decorrentes da pandemia do Novo Coronavírus, o modelo de abordagem precisou ser adaptado deixando de ser presencial e se tornando online. Agora, respeitando o distanciamento social recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), os encontros são realizados pela plataforma Google Hangouts Meet.
 
O instrutor do programa, Paulo Klautau, frisa a importância da meditação para o atual momento. “A prática é experimental, técnicas de inspiração budista, laica e meditação da compaixão, promovendo a atenção e concentração sobre as âncoras que são os que nos trazem para o presente. Em meio a uma pandemia e todos em quarentena, a meditação torna-se bem mais importante, bem como a expansão do programa, a evolução dos indivíduos, criando uma comunidade de praticantes de meditação no Cesupa”, explica. 

Aluno do curso de Direito, Emanuel Borges, ressalta sobre a necessidade da meditação no cotidiano. “Na quarentena estamos muito sujeitos a qualquer situação de estresse e ansiedade. Já havia praticado a meditação algumas vezes, mas vejo que tem sido mais necessária, pois nos ajuda a dormir, a respirar melhor e possuir controle das próprias emoções. A meditação é literalmente se sentir mais presente para si mesmo”, observa o estudante.

“A nossa preocupação em oferecer atividades que desenvolvam as soft skills dos alunos vem de algum tempo, sobretudo, quando investimos em metodologias ativas de ensino. Sendo assim, principalmente no cenário atual, a programação não poderia esperar apesar dos desafios, as ações de meditação priorizam a essência e cultivar a paz e autocuidado. Acredito que nesse momento é exatamente disso que todos precisamos”, explica a coordenadora do programa, Gisele Abrahim.  

Soft skills são aquelas competências ou habilidades particulares de cada pessoa que colaboram no relacionamento e no comportamento de uma forma geral. Acreditando na importância nessas competências dentro do processo de formação profissional, o Cesupa conta com atividades que auxiliam os alunos no aprimoramento dessas habilidades. Um exemplo é a atividade “Projeto de vida” realizada em diferentes cursos e tida como disciplina no curso de Administração. Essa atividade provoca os alunos a um exercício de autoconhecimento e criação de plano de ação para o seu autodesenvolvimento. Neste ano, outro exemplo pode ser notado na disciplina optativa “Habilidades da Vida: Do autoconhecimento ao bem-estar”.

As sessões do “Medita Cesupa: cultivando calma e clareza do coração e mente” têm duração de uma hora. Informações sobre disponibilidade de vagas e horários, podem ser consultadas aqui


Texto: Ádria Pereira com supervisão de Lali Mareco
23 de abril de 2020