Notícias

Cesupa participa da primeira edição on-line do CDIO Brazilian Meeting 



A IV edição do CDIO Brazilian Meeting foi on-line e aberta para todas as instituições de ensino de Engenharia no Brasil.

Em busca de promover pela primeira vez a participação de alunos dos cursos de Engenharia, a IV edição do CDIO Brazilian Meeting foi on-line e aberta para todas as instituições de ensino de Engenharia no Brasil. A programação contou com a participação dos gestores, coordenadores e professores das mais distintas engenharias existentes, como também a presença de palestrantes de referência internacional. 

A transmissão do evento foi realizada pela Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES em Lajeado, no Rio Grande do Sul,  ao longo do dia 23 de setembro, através da plataforma YouTube para o país inteiro, totalizando em torno de 612 inscrições no canal, fora as presenças não inscritas. 

Em consequência do cenário de pandemia mundial, o evento foi completamente digital a fim de expandir o alcance para todos os estudantes do país. Além disso, foi uma oportunidade de estar junto aos palestrantes internacionais, como o professor Svante Gunnarsson da Universidade de Linkoping (Suécia) e os professores Rui Lima da Universidade do Minho (Portugal) e Diana Mesquita da Universidade Católica do Porto (Portugal). Sendo assim, as palestras abordaram discussões acerca da formação profissional do engenheiro, mercado de trabalho, as exigências aos quais são submetidos esses profissionais e, principalmente, sobre a missão dos cursos de engenharia referente à profissionalização prática.

A coordenadora dos cursos de graduação de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo do Cesupa, Andreia Conduru, descreve como foi a realização da programação. “Foi um evento ímpar, estive presente nas duas últimas edições e a participação era exclusiva de professores e gestores, com público máximo de 60 participantes, sendo 90% do público da região sudeste. Desta vez, além dos alunos poderem participar e saber o que está sendo pensado para o ensino de Engenharia e Arquitetura no mundo, tivemos a presença de quase 100% dos estados brasileiros. Com isso, entendemos que a nossa rede de só tende a crescer, fazendo com que o nosso objetivo esteja mais perto de ser alcançado, que é fomentar o ensino de excelência nessas áreas aliado ao mercado de trabalho”, destacou a coordenadora. 

A CDIO Initiative é uma nova estrutura educacional que utiliza ferramentas ativas de aprendizado para preparar os estudantes com conhecimentos teóricos, além de habilidades comunicativas e profissionais. As principais escolas de Engenharia dos EUA, Europa, Canadá, Reino Unido, África, Ásia e Nova Zelândia formaram a CDIO Initiative, promovendo colaboradores que adotam a metodologia como base do planejamento curricular, fundamentando a avaliação em resultados. O Cesupa é a única instituição de ensino superior das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país que atua com a metodologia CDIO nos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo.

Para o estudante Caio Fernandes Merhe, do segundo semestre do curso de graduação de Engenharia Civil do Cesupa, o evento foi grandioso para os futuros engenheiros e arquitetos do país. “Acredito que tenha sido uma excelente experiência. Nós, como alunos, termos a possibilidade de conhecer os diferentes métodos de aprendizagem de cada universidade é muito gratificante. O que mais gostei foi esse conhecimento, sair da nossa bolha e poder ter o conhecimento do outro, os projetos e distintas estruturas, etc. Além de que é algo muito inovador para estudantes presenciarem um evento gigantesco e de referência como esse, acredito também que isso será muito importante para estagiar, tendo em vista que tivemos muitas dicas de comportamento profissional no evento. Foi excelente!”, contou. 

As seis instituições de ensino superior do Brasil, que são colaboradoras do CDIO Initiative, trabalharam na organização e logística do evento, além de todos os representantes destas terem sido mediadores ao longo da programação: pelo Cesupa, Andreia Conduru; pela Unisal, Lucio Veraldo; pelo IME, André Rezende; pela Unesp, Messias Borges; pela Unitoledo, Sergio Mazini; por fim, pela Univates, Luis Antônio Schneiders.


Texto: Ádria Pereira com revisão de Adriana de Faria | Foto: Arquivo pessoal
05 de outubro de 2020