Notícias

Cesupa promove o primeiro hackathon da área jurídica 


26 de agosto de 2021


Equipe vencedora do primeiro Desafio 24h Cesupa Law - Hackathon Jurídico. Foto: Cabron Studios

O Cesupa realizou nos dias 20 e 21 de agosto, a primeira edição do "Desafio 24h Cesupa Law - Hackathon Jurídico", que reuniu estudantes de todos os semestres do curso de Direito e de pós-graduação da instituição, para vivenciar uma imersão de 24 horas. Em parceria com escritórios de advocacia, os estudantes atuaram no desenvolvimento de soluções para três casos reais das áreas Empresarial, Trabalhista e Tributário. O evento contou com a parceria dos escritórios Freire, Farias e Viana Advogados Associados, Fonseca Brasil Advogados e Mendes Advocacia & Consultoria e os grupos vencedores do Desafio receberam uma premiação em dinheiro.
 
“A ideia é, como o próprio nome diz, desafiar os alunos a trabalharem com casos reais, em que eles precisam encontrar soluções, vivendo uma ambientação profissional, uma grande simulação da realidade, com desafios como a limitação do tempo para as entregas, que é muito do que o profissional do Direito vive”, explicou o coordenador de Direito e um dos organizadores do evento, Arthur Laércio Homci.
 
Antes de iniciar o desafio, os 56 alunos participantes passaram por exames PCR para Covid-19, realizados pelo Laboratório de Análises Clínicas do Cesupa, que confirmaram que estavam aptos a participarem do evento. Divididos em grupos com até dez integrantes cada, os alunos iniciaram a imersão no primeiro caso, de Direito Tributário, às 10h do dia 20. Proposto pelo escritório de advocacia Freire, Farias e Viana Advogados Associados, o caso abordava a situação de sucessão empresarial e os seus devidos impactos na responsabilidade tributária.
 
“O que solicitamos aos membros dos Escritórios do Desafio é que identifiquem se, na situação específica, foi seguido o procedimento correto para se fazer esta responsabilidade e se os elementos oferecidos na questão são suficientes ou não para afastar essa responsabilidade, além de ser necessário que eles analisem se existem outros elementos adicionais, capazes de impedir que esses sucessores respondam pelos débitos da sucedida”, explicou Gustavo Pereira, sócio da FFV Advogados Associados.
 
O segundo caso foi liderado pela Fonseca Brasil Advogados e tratava de uma ação movida por atraso na entrega de um empreendimento imobiliário, em que já havia ocorrido um acordo no início do processo, e coube aos escritórios formados pelos alunos discutir como prosseguir em termos processuais, os fundamentos e os parâmetros para a indenização. “Estamos buscando boas performances dos alunos. Muitas vezes, melhor do que o argumento, é uma boa performance, um bom desenvolvimento oral. E óbvio, quem domina melhor o tema e entrega a melhor solução”, frisou um dos sócios da Fonseca Brasil Advogados, Brahim Bitar.
 
Os grupos tiveram 2h30 para analisar cada um dos casos e mais dez minutos para apresentarem as soluções para a comissão julgadora, composta por representantes dos escritórios que propuseram cada tema e para um representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PA). Thiago Carvalho, Vice-Presidente da Comissão de Assuntos Tributários da OAB, elogiou a iniciativa promovida pelo Cesupa. “Apesar de ser um evento acadêmico, ele auxilia não só no âmbito da graduação, mas para a vida profissional desses alunos. Hoje em dia, o volume de profissionais do Direito é grande, mas o destaque vem de iniciativas como essas, e, com certeza a OAB vê isso com excelentes olhos”, definiu.
 
Decisão - o último e mais complexo caso apresentado no Desafio foi proposto pela Mendes Advocacia & Consultoria, na área Trabalhista, e os participantes se debruçaram sobre o tema por mais de 12h, durante a madrugada. O objetivo era oferecer soluções para uma empresa do ramo alimentício, com problemas relacionados a convenções coletivas de trabalho, jornada de trabalho, além da adequação à Lei de Proteção Geral de Dados. Além de analisar as situações problemáticas apresentadas, os escritórios dos alunos deveriam entregar documentos, como peças processuais e minutas de contratos.
 
Entre o estudo, a pesquisa e a discussão entre as equipes, os estudantes aproveitaram momentos de descontração, com jogo de ping pong e filmes, na sala de descanso preparada especialmente para o evento. Para se manter acordado, durante as quase 30h do evento, até a hora do anúncio dos vencedores, os alunos apostaram em cantorias com o violão e muitos cafezinhos.
 
O reitor do Cesupa, Sérgio Mendes, explica que a instituição tem optado por propor à sua comunidade um aprendizado também baseado em desafios, estabelecendo assim um olhar para o futuro. “Um projeto educacional, que queira se afirmar como tal, não pode atraiçoar a juventude, devendo portanto voltar-se para o futuro, em que pesem dúvidas e incertezas. Temos compartilhado no Cesupa, há muito anos, a ideia de que os estímulos aos alunos não podem ser reduzidos a longas sequências de aulas, provas, notas ou assimilação de conteúdos, dando pouca margem ao pensamento independente. Esse outro olhar deve incluir a perspectiva de desenvolvimento de habilidades e competências, enfim, de talentos presentes em cada aluno.  Neste Desafio Cesupa Law, para muito além do conhecimento jurídico, os alunos exploraram o melhor de comunicação, de criatividade e de pensamento crítico. E é esse o papel da academia: ajudá-los a pensar”, frisou. 
 
Estudante do último semestre de Direito e membro do Escritório 6, a equipe vencedora do Desafio, João Gabriel Macedo, avalia que o evento ofereceu a chance de experimentar o mercado de trabalho em um ambiente controlado, dentro da graduação. “A gente conseguiu, de fato, enfrentar a realidade do mercado, as frustrações, as conquistas, as dores e tudo isso de forma intensa. O Desafio já nos proporcionou um networking com os escritórios parceiros e espero que o resultado positivo nos ajude a conquistar oportunidades depois da graduação”, avaliou. A coordenação do curso de Direito já planeja realizar uma segunda edição do Desafio, que será divulgada em breve.

Texto: Gisele Nogami com revisão de Laura Quaresma
26 de agosto de 2021