Notícias

Alunos dos cursos de Computação são contratados em Feira de Empregos Google


17 de setembro de 2021


Professor Eudes Danilo orienta o aluno Thiago Silva, do curso de Ciência da Computação. Foto: Arquivo pessoal

Os cursos de Bacharelado em Ciência da Computação (BCC) e Engenharia de Computação estão em festa, celebrando a conquista de dois alunos que foram contratados como trainees, por empresas parceiras Google Cloud durante a Feira de Empregos Google, realizada no final de julho. A participação dos acadêmicos do Cesupa na feira ocorreu em função da parceria entre a instituição e o Consórcio STHEM Brasil, entidade que tem o objetivo de investir na formação de professores, fortalecer o engajamento e melhorar o aprendizado dos estudantes, através das metodologias ativas.

Graças a cooperação entre as organizações, os alunos do Cesupa têm a oportunidade de participar gratuitamente de formações e qualificações com empresas reconhecidas no mercado. Na mais recente, com o Google, 54 acadêmicos de vários semestres dos cursos de Computação iniciaram a resolução de cinco cursos e cinco laboratórios práticos da arquitetura Google Cloud Platform. Os estudantes que finalizaram a formação e foram aprovados, receberam o direito de realizar mais um curso preparatório para certificação em Google Cloud Associate Engineer.

Thiago Silva, acadêmico do último semestre de BCC, foi um dos que participou do curso e percebeu nele, uma chance de concluir a graduação já com uma oportunidade de emprego. “Os professores são do próprio time de educação do Google, e os laboratórios são totalmente on-lines e de fácil compreensão. Os cursos também mostram que você precisa trabalhar e se empenhar desde cedo, para começar a construir uma carreira”, frisou.

Com este olhar apurado para o mercado de trabalho, Thiago foi admitido como trainee no processo seletivo da LEEGA, empresa parceira Google Cloud Platform, durante a Feira de Empregos Google, evento que ocorre ao final das formações. "À medida que você persistir, as oportunidades surgirão. Por isso, é importante estar preparado tecnicamente, estudando além das aulas e exercitando habilidades como falar em público, expressar opiniões e trabalhar em equipe. Também acho importante fazer um curso como esse, do Google, quando tiver concluído ao menos 75% da graduação, pois os empregadores buscam pessoas que estão mais próximas de se formarem”, sugeriu.

Para o professor de BCC e Engenharia de Computação do Cesupa e orientador dos alunos participantes do curso, Eudes Danilo Mendonça, o resultado reforça a qualidade da formação institucional e a igualdade do ensino, independente da região do país, já que o curso é oferecido para instituições de todo o Brasil. “Com esta conquista, pretendemos estimular mais alunos a realizar o novo ciclo desta parceria que inicia agora, em setembro, e confirmamos que os discentes formados pelo Cesupa estão aptos a disputar vagas em qualquer empresa, seja ela regional, do Brasil ou do mundo”, comemorou.

Tendo feito parte de um projeto-piloto no primeiro semestre de 2021, professor Eudes também foi selecionado pela STHEM Brasil, para criar o material de referência para a formação de novos instrutores. “Com base na vivência do piloto, poderemos compartilhar os aprendizados com docentes de outras instituições de ensino, por meio da organização e estruturação do curso, em cada uma das suas unidades, criando um documento de referência agregado ao projeto inicial”, concluiu.

Texto: Gisele Nogami com revisão de Laura Quaresma
17 de setembro de 2021