Notícias

Nutrição realiza a XIV Feira de Tecnologia de Alimentos


30 de novembro de 2021


Alunos do 6º período de Nutrição apresentaram oito produtos durante a XIV edição da Feira. Foto: Divulgação do curso de Nutrição

Já imaginou degustar uma pasta de tucumã, que pode substituir a de amendoim em preparações saudáveis, ou saborear um iogurte bifásico de açaí bem geladinho? Para os alunos do 6º período de Nutrição, estes produtos são uma realidade e foram apresentados durante a XIV edição da Feira de Tecnologia de Alimentos promovida pelo curso, na última sexta-feira (26). O evento contou com uma degustação aberta ao público e uma premiação especial para as três primeiras equipes colocadas, julgado por um time com grande expertise na gastronomia local.

A Feira é a culminância do trabalho desenvolvido na disciplina de Tecnologia de Alimentos, ministrada pela professora Suely Silva, em que os estudantes aprendem métodos de conservação e tecnologias de preparo. Todos os produtos alimentícios e as preparações culinárias feitas a partir deles, passaram por testes microbiológicos, de resistência e de congelamento, até serem consideradas aptas para o consumo, tanto do ponto de vista da segurança alimentar, quanto nos quesitos qualidade e sabor. Outro foco do trabalho é incentivar o uso de insumos regionais, para valorização da cultura alimentar local.

“Os alunos também priorizam a elaboração de produtos e preparações culinárias saudáveis, sem o uso de aditivos químicos e conservantes. Como metodologia de aprendizado, por meio da preparação para a Feira, garantimos que eles aprendam, colocando os conhecimentos em prática. Também temos a percepção de que as habilidades e competências desenvolvidas vão além do conteúdo da disciplina, já que eles fortalecem outras, como a capacidade de organização, a expansão da rede de contatos e o trabalho em equipe”, explicou a coordenadora do curso de Nutrição, professora Daniela Gaspar.

Regionalidade - Popular na região Norte e muitas vezes oferecido aos animais, na Feira de Tecnologia, o tucumã ganhou papel de destaque sob a forma de pasta, aplicada em um muffin feito com resíduos da própria fruta. Rica em gorduras monoinsaturadas, fibras e vitamina A, o fruto passou por processamentos e testes durante cinco meses, para ser totalmente aproveitado. “O tucumã é muito utilizado na indústria cosmética, mas pouco vemos em preparações. Então, nós quisemos transformá-lo em algo mais interessante e funcional, que pode ser incorporado no pré-treino, por exemplo”, orientou Wagner Rossi, aluno do 6º período e um dos responsáveis pela pasta.

A polpa da pupunha passou por processo de desidratação e também foi transformada em farinha, que, posteriormente, deu origem a um pão, que pode ser consumido por intolerantes ao glúten e à lactose. “A desidratação manteve os nutrientes da pupunha, como a vitamina A, carotenóides e retinol, que são componentes antioxidantes e ajudam a combater os radicais livres no organismo. O processo para obter o produto final, feito com a farinha foi gradativo, fizemos muitos testes de umidade, fermentação, receitas, até chegar na versão final do pão com farinha de pupunha”, relembrou Alice Lima, que integra a equipe responsável pelo produto. 

O reitor do Cesupa, professor Sérgio Mendes, prestigiou a Feira e fez questão de degustar os produtos apresentados pelos alunos. Em sua fala ao público, ele enfatizou que mais importante que o pódio é o caminho trilhado na vida. “Quando vocês fazem esta mostra e expõem seus produtos, eles vêm carregados de história e é isso que importa. Valorizo os processos e aprendizados que vocês tiveram e que não aparecem no produto final. Para quem vem degustar, parece que foi simples e só vocês sabem o quanto de dedicação, compromisso e de vontade de crescer nessa carreira foi colocado aqui. Então, acreditem que o percurso é mais importante e enriquecedor que o pódio, porque a nossa vida é a caminhada que fazemos”, enfatizou.

Premiação - Uma das inovações desta edição foi o QR Code, disponível nas mesas de exposição, em que era possível acessar informações nutricionais dos produtos. Além disso, a Feira contou com a participação de alunos de Farmácia, e todos os itens apresentados foram avaliados por uma equipe de jurados, composta por nomes reconhecidos da culinária paraense, como Thyago Guarany e Débora Belarmino, e as egressas da instituição, Samila Seki e Brenda Vinagre. O júri elegeu os três primeiros colocados que foram: pasta de tucumã, em 1º lugar; iogurte bifásico de açaí, em 2º lugar; e as farinhas de pupunha e de frango, dividindo o 3º lugar. O público externo também escolheu o seu produto preferido e elegeu a farinha de frango, por meio de votação, na categoria voto popular.

Texto: Gisele Nogami com revisão de Laura Quaresma
30 de novembro de 2021