Notícias

Programação da Semana da Enfermagem contou com palestras e desafio que durou mais de 24h


17 de maio de 2022


Grupo participante do Hackenf recebe consultoria especializada. Foto: Caroline Oliveira

Entre os dias 11 a 14/05, os acadêmicos de todos os semestres de Enfermagem celebraram a semana dedicada ao curso em uma extensa programação de aperfeiçoamento, com palestras e oficinas. O evento encerrou com o Hackenf, um hackathon que propôs aos estudantes, a estruturação de um modelo de empreendimento no segmento da Enfermagem Estética. O desafio durou 26h e contou ainda, com a participação especial de alunos de Administração.

Sob o tema “Enfermagem como voz para liderar: desafios e perspectivas no contexto amazônico”, a programação teve como objetivo unir acadêmicos de todos os semestres e, também, apresentar possíveis carreiras na Enfermagem. “A Semana da Enfermagem coloca em pauta o empoderamento e a valorização do profissional, que ganhou mais destaque, no cenário da pandemia. Além disso, é uma oportunidade de expandir horizontes com novos temas, como a especialização em Enfermagem Espacial e a atuação na área de genética”, explicou a coordenadora do curso, professora Mariana Souza.

Os estudantes também puderam aprender na prática, com as oficinas de “Assistência de Enfermagem às feridas oncológicas”, o “Atendimento inicial do doente de trauma”, “Empreendedorismo e a atuação do enfermeiro como consultor de amamentação", “Pesquisa científica: bibliometria”, “Confecção do balão intrauterino no controle da hemorragia pós-parto” e “Assistência de Enfermagem às ostomias”. 

Hackathon - Para fechar a programação da Semana com muita animação, um grupo de 30 acadêmicos do 1º, 5º, 7º e 9º semestres de Enfermagem e do 7º período de Administração foram desafiados a elaborarem um negócio para a Enfermagem no segmento da estética. Entre as entregas, deveriam constar pesquisa de mercado, a gestão de pessoas, de materiais, de processos, financeira e o planejamento estratégico e de marketing da empresa. “Geralmente, quando se fala em Enfermagem Estética, a primeira finalidade que se pensa é emagrecimento. Mas existem outros campos a serem explorados, como o tratamento de feridas e o tratamento de queimados, e os participantes precisam buscar essas oportunidades”, propôs a coordenadora do curso.

As quatro equipes participantes receberam orientações sobre as legislações ligadas à área e consultorias com especialistas em empreendedorismo, publicidade, marketing e enfermeiros estéticos. Aluna do 5º semestre de Enfermagem, Júlia Lisboa participou do seu segundo desafio. A primeira experiência aconteceu há duas semanas, com estudantes de Psicologia, no Hackathon Saúde. “Essa é uma experiência totalmente diferente da anterior. A vivência dos dois desafios tem me ensinado muito sobre liderança, que nós, da Enfermagem, precisamos exercer frente as nossas equipes”, avaliou.

Prestes a se formar no curso de Administração e produzindo um trabalho de conclusão voltado para a gestão da qualidade de uma clínica oncológica, Ágata Andrade decidiu participar do Hackenf, buscando aprendizados para a área em que pretende atuar, assim que concluir a graduação. “Tenho a intenção de prestar consultoria de aplicação de programas de qualidade. Então, conhecer mais sobre a rotina da Enfermagem e suas legislações, aprofundar alguns temas que eu conhecia superficialmente, me ajudarão a lidar melhor com esse público, no futuro”, ponderou. A equipe vencedora do hackathon recebeu premiação em dinheiro e um kit de papelaria.

Texto: Gisele Nogami
17 de maio de 2022