Notícias

Agência Escola Storm recebe visita de alunos da Escola Papa Francisco


25 de maio de 2022


Alunos do curso técnico e da graduação trocam experiências sobre criação publicitária. Foto: Caroline Oliveira

A tarde de atividades da Agência Escola Storm - projeto de extensão voltado para os alunos do curso de Publicidade e Propaganda - começou de um jeito diferente, na última segunda-feira (23/05), com a visita de um grupo de 11 estudantes do Curso Técnico em Comunicação de Rádio e Televisão da Escola de Comunicação Papa Francisco. Durante o encontro, os visitantes conheceram o trabalho desenvolvido pela agência e os estudantes trocaram experiências sobre o processo de criação de campanhas publicitárias.

O projeto da Escola Papa Francisco existe há mais de 20 anos e prepara jovens e adultos de baixa renda para o mercado de trabalho, em setores operacionais da rádio e da televisão. No curso, que conta com dois módulos e um ano de duração, os alunos têm a oportunidade de aprender e vivenciar na prática com professores voluntários que são atuantes no mercado profissional local, como é o caso do publicitário Elson Santos, que articulou a realização da visita à Storm. Professor do módulo de Rádio, Elson faz questão de promover intercâmbios e experiências diferenciadas para os alunos do curso técnico.

“Dentro do mercado de trabalho, é sempre importante ter essa troca de conhecimentos e é o que tentamos proporcionar a eles também. A ideia com esse tipo de atividade é que eles possam compreender como funciona a rotina da agência, as etapas e os processos até chegar na criação, e os prazos que, em uma Agência Escola são diferentes do mercado, para respeitar o aprendizado dos acadêmicos”, disse o professor.

Calouro do curso de Publicidade e Propaganda do Cesupa e estagiário do Storm, Lucas Maia, ingressou no curso decidido a trabalhar com direção de arte e tem reforçado esse potencial na Agência. Para ele, a troca de conhecimentos com os alunos do curso técnico foi uma experiência muito positiva. “Foi muito gratificante poder apresentar um pouco do meu trabalho na Storm e, também, ouvir o que eles têm de conhecimento para agregar com a gente. É sempre bom criar novas conexões com o pessoal da área”, avaliou.

Aprendizado - Diferentemente das agências tradicionais, a Agência Escola Storm tem como principal objetivo o aprendizado dos estudantes e o desenvolvimento das habilidades técnicas e profissionais exigidas pelo mercado. Por esse motivo, todas as etapas de elaboração de briefing, pesquisa de referências, entre outras, são cumpridas à risca e os prazos de entrega dos projetos também são diferenciados. Para integrar a Storm, todos os estagiários voluntários passam por um processo seletivo e todos são desafiados a atuarem em todas as etapas de produção do material publicitário.

“Ao mesmo tempo em que o objetivo é que os alunos se encontrem em suas preferências de atuação, eles são instigados a passarem por todas as áreas para desempenharem um pouco de cada atividade e entenderem como funciona o trabalho de cada área de uma agência, porque cada vez mais, o mercado exige um profissional de comunicação que seja multidisciplinar”, explicou a coordenadora da agência, professora Mariana Menezes.

Atualmente, além dos serviços de comunicação prestados à comunidade interna do Cesupa, como os demais cursos, por exemplo, a Storm passou a atender a comunidade externa, como é o caso das ONGs Casa de Acolhimento Luz da Fraternidade e Engenheiros Sem Fronteiras - Núcleo Belém.

Texto: Gisele Nogami
25 de maio de 2022