Notícias

Cesupa outorga grau para mais de 50 novos médicos


4 de julho de 2022


Concluintes no ato de juramento à profissão. Foto: Caroline Oliveira

Em meio a abraços e lágrimas emocionadas de concluintes, familiares, amigos e professores, o Centro Universitário do Estado do Pará (Cesupa) realizou a cerimônia de Colação de Grau do curso de Medicina, 1º semestre de 2022, e outorgou o grau a 58 novos profissionais. A solenidade da 20ª turma de Medicina, que recebeu o nome de professor Patrick Abdala Fonseca Gomes (in memorian), ocorreu no Complexo de Eventos da Assembleia Paraense e foi transmitida simultaneamente, no canal oficial do Cesupa no YouTube.

Representando os concluintes da sessão, a agora médica Isabelle do Rosário relembrou a trajetória de todos os concluintes, desde a escolha pela profissão até a conclusão do curso, passando pelos aprendizados obtidos no decorrer da formação acadêmica, nos laboratórios de Morfofisiologia, Habilidades Clínicas, no OSCE (Objective Structured Clinical Examination), no contato com pacientes reais no Módulo de Interação em Saúde na Comunidade (MISC) e no internato.

“Experimentamos a sensação do cuidar, do aliviar, do confortar ou apenas do observar e aprender. Ficamos frente a frente com as desigualdades, à doença e à morte. Por outro lado, presenciamos a vida recomeçando com o nascimento de uma criança e a esperança se renovando, com a evolução de um tratamento; aprendemos que sabedoria tem nome, às vezes Dona Maria, outras vezes, Seu João; pessoas que nos mostraram que o conhecimento não vem apenas daqueles que estudaram, fizeram mestrado ou doutorado”, disse. 

Entre apertos de mão e sorrisos, as palavras de reconhecimento aos pais e familiares, feita pela médica Hule dos Santos, também emocionou a todos os presentes na sessão. “Conquistar esse diploma seria impossível ou absurdamente mais difícil, sem vocês que são nosso alicerce, que deixaram seus próprios sonhos em segundo plano para sonhar os nossos, que são incansáveis, leais e pacientes”, agradeceu. Ela aproveitou o momento, para também homenagear as concluintes que conciliaram a árdua rotina de estudos e as atividades como mães. “Eliza e Bruna, vocês são motivo de orgulho para Gigi, para o Ricardinho, para Alice e para nós, seus colegas de profissão”, elogiou.

Homenagem - Como em todas as cerimônias, o Cesupa consagrou os três alunos que obtiveram os melhores desempenhos durante todo o curso. O 3º lugar foi entregue pelo patrono da sessão, professor Paulo Eugênio Cecim, ao médico Rafael de Souza Natividade Lopes. Já o 2º lugar coube à médica Lorena Gabrielly da Silveira Santos, que recebeu a honraria das mãos da paraninfa da solenidade, professora Cybelle Rodrigues. O 1º lugar foi entregue pela coordenadora do curso, professora Milena Caldato, e recebido com muito entusiasmo pela médica Camila Pantoja Azevedo.

Ensinamentos - Docente do Cesupa há 12 anos, esta foi a primeira vez em que a professora Cybelle Rodrigues foi agraciada como paraninfa de uma turma. Entre tantos ensinamentos repassados no decorrer da graduação, a docente fez questão de deixar as últimas lições aos seus afilhados. “Meus queridos, amem a profissão para além de seus rendimentos e terão seu lugar de sucesso e glórias pessoais garantidos. E aqui, aproveito para incluir o respeito e o companheirismo com a equipe que integramos, em qualquer nível de complexidade de um sistema de saúde, seja público ou privado. Nosso trabalho é conjunto, não individual. E tenho certeza de que em vários cenários que vocês passaram, ficou explícita essa importância do trabalho em equipe”, recordou.

Compromisso - A coordenadora do curso, professora Milena Caldato, falou sobre o processo de amadurecimento dos concluintes, no decorrer da formação acadêmica. “Nesses 15 anos do curso, vemos um real amadurecimento, que quem está vivendo o curso não consegue perceber e entender o que é realmente ser formado e lapidado. Essa turma tem um caráter especial. Mesmo não sendo a turma da pandemia, foi a turma que precisou passar por mais adaptações nesse período, para concluírem suas atividades. Formamos hoje, uma turma de médicos resilientes, que se superaram e cresceram”, enalteceu.

A 20ª turma de Medicina concluiu a graduação, no mesmo ano, em que o curso completa 15 anos de instalação. Nesse período, a instituição formou aproximadamente 1.200 médicos que atuam por todo o Pará, em outros estados e no exterior. Em sua fala, o Vice-reitor do Cesupa, professor João Paulo Mendes Filho, renovou o compromisso com o projeto da instituição e do curso. 

“Ao renovar o compromisso com o projeto, renovâmo-lo, igualmente, com a sociedade que, em última instância é a quem devemos servir e vocês, agora médicos, são os instrumentos de bem servi-la. Com esse mesmo sentimento, agradeço à família de cada um de vocês pela confiança em nossa instituição, associado-se na consecução deste projeto coletivo, e que a partir de hoje passará a vibrar e encantar-se com o sucesso profissional de cada um ”, concluiu.

Texto: Gisele Nogami
04 de julho de 2022